terça-feira, 29 de abril de 2008

Nota de Alta

Olá a todos,

A Cláudia teve alta hoje.

Em face da persistência de leucopenia e anemia, optou-se por suspender a Dapsona.
Durante o internamento foi submetida a factores de crescimento medular durante dois dias com boa resposta medular. Realizou o ciclo de ciclofosfamida sem intercorrências , nomeadamente sem reacção dermatológica alérgica.
Dada a positividade para Leishmania nos testes serológicos por Western.Blott, e apesar da serologia(IF)para a Leishmania negativa, repetiu-se aspirado de medula óssea para pesquisa de leishmania(suspeita de que o aspirado medular anterior seria sangue periférico), sendo a pesquisa negativa.

Doente com alterações no sedimento urinário (leucocituria ligeira, hematúria dismorfia eritrocitária, nitritos negativos) e isolamento de E.coli resistente a antibioterapia oral. Apesar de da ausência de clínica, dado o facto de se tratar de uma doente imunodeprimida, opta-se por medicar com cefalosporina de 3ª geração intramuscular, que deverá completar em ambulatório.

Reduziu Prednisolona de 30 mg para 25 mg
Reduziu Amlodipina de 1o mg para 5 mg

Tudo o resto já está descrito na ultima nota de alta.

Aguarda contacto para internamento na próxima semana para realização 4º ciclo de ciclofosfamida.

10 comentários:

Carlos Madureira disse...

olá Padrinho :)!
Ficamos contentes por tudo estar a correr bem, pelo menos dentro dos possiveis. A vida por vezes prega-nos destas coisas, e sem sabermos como, temos que as enfrentar e seguir em frente.

"Não digamos 'não', nem 'nunca mais'.
Não digamos 'sempre' ou 'jamais'.
Digamos, simplesmente: 'ainda'! ...
Ainda nos veremos um dia .
Ainda nos encontraremos na estrada da vida .
Ainda encontraremos a pousada,
o afeto almejado, a guarida .
Ainda haverá tempo de amar,
sem medo, totalmente... infinitamente ...
sem ter medo de pedir, de implorar,
ou chorar ...
Ainda haverá tempo,
para ser feliz novamente .
Ainda haverá tristeza,
ainda haverá saudade,
ainda haverá primavera,
o sonho, a quimera .
Ainda haverá alegria,
apesar das cicatrizes .
Ainda haverá esperança,
porque a vida ainda é criança ...
e amanhã será outro dia !... "

Beijos Jorge e Sónia

Tony Madureira disse...

Olá meninos,

Muito obrigado pela solidariedade!
Muito obrigado pela ajuda na gestão do dia a dia que toda esta situação implica.

Neste momento tem que ser dado um passo de cada vez. O LES atacou muitos órgãos na Claudia.
A Cláudia é uma paciente muito paciente... o que ajuda no combate ao lúpus. Como dizia, vamos dando um passo de cada vez, e verificar a sua evolução.

Mais uma vez muito obrigado.



Um beijo para ti e para a Sónia.

Tony Madureira

Silvia Madureira disse...

Olá:

Parece estar a decorrer tudo dentro da normalidade...aliás parece que a evolução está a ser positiva...que é o pretendido...embora qualquer regressão tenha sempre o seu remédio...nada de desanimar!

Continuação de melhoras,

beijo

RAUL disse...

Cheguei aqui através do blog, da Silvia,onde ela publicou um texto sobre Sida, que eu quis agradecer.
As doenças crónicas são todas "lixadas", e quando nos defrontamos com elas não estamos preparados...ninguém está, mesmo que diga o contrário. É preciso aceitarmos a doença, vivermos o luto da nossa dor por um tempo e depois levantar-se e começar a lutar com a doença. Comigo foi assim quando soube que estava infectado com o HIV.Tenho amigas que vivem com o Lupus, há muitos anos e não se deixam vencer por ele.
Curiosamente antes de me ser diagnosticada a SIDA, umas manchas rosa na pele pareciam indicar eu ter a doença.É preciso lutarmos e nunca desistirmos e é por isso que depois de interiorizar a doença, dediquei a minha vida a ajudar os outros partilhando as nossas dores, e foi por isso que decidi iniciar o blog Sidadania, que é um ponto de encontro onde se pratica a partilha da dor tenha que origem tiver. Porque é importante não estarmos isolados e a auto-ajuda tem efeitos terapêuticos, convido-os a aceitarem a nossa mão amiga, com a certeza de que estaremos sempre dispostos a ouvir e a sofrer em conjunto. Um abraço solidário e muita força.

Tony Madureira disse...

Olá Raul,

Obrigado pelo teu comentário, força e solidariedade!

De facto de há dois meses para cá tem sido terrível. Agora esperemos que tudo comece acalmar. É hora de interiorizar a doença e avançar. Tal como tu despertei para as doenças. Decidi criar o blogue, para dar a conhecer a doença a quem não a conhece e para quem quer saber um pouco mais.
Aproveito pata te pedir para divulgares o blogue se puderes.

Estive no blogue Sidadania e deixei um comentário do post do Paulo sobre casais serodiscordantes. Prometo que vou lá passar mais vezes, e sempre que possível comentar.


Mais uma vez obrigado pela solidariedade.

Um abraço amigo, e muita força.

fatima disse...

BOM DIA O MEU NOME É FÁTIMA E COMPREENDO QUE AINDA ESTEJAM EM CHOQUE POR SABEREM QUE A SUA ESPOSA TEM LUPUS, EU JÁ LI TODOS OS COMENTÁRIOS E CONCORDO COM QUASE TODOS , DIGI QUASE TODOS PORQUE VI O COMENTARIO DE UMA SENHORA QUE TEM LUPUS E NÃO ME PARECE QUE SE RELACIONE MUITO BEM COM A DOENÇA, PARA ATÉ PREFERIR TER CANCRO ISSO É UM POUCO DEMAIS, EU TENHO 33 ANOS E DESDE OS 12 QUE TENHO LÚPUS, NÃO VOU DIZER QUE TEM SIDO UM MAR DE ROSAS MAS PENSANDO BEM E OLHANDO PARA O LADO É QUEM TENHA "COISAS" BEM PIORES E MESMO ASSIM TÊM FORÇA PARA CONTINUAR A LUTAR.
COMO JÁ DISSE DESDE OS 12 ANOS QUE SOFRO DE LUPUS E OLHE QUE NÃO TEM SIDO NADA FACIL MAS EU VOU BUSCAR FORÇAS NÃO SEI BEM ONDE E TENHO CONSEGUIDO ULTRAPASSAR BARREIRA ATRÁS DE BARREIRA, A MINHA LUTA COMEÇOU LOGO AOS 12 ANOS QUANDO JÁ NEM ANDAR CONSEGUIA ESTIVE UM MÊS INTERNADA NA ESTEFANIA E SAÍ DE LÁ JÁ CORRIA, DEPOIS QUANDO TINHA 14 ANOS QUASE FIQUEI SEM O PÉ DIREITO PORQUE GANHEI UMA FRIDA QUE SE CHEGOU A VER OS OSSOS E OS TENDÕES, DESSA VEZ ESTIVE INTERNADA DURANTE 4 MESES EM QUE AS DORES QUE TINHA NEM AO MEU MAIOR INIMIGO AS DESEJO , MAS MAIS UMA VEZ CONSEGUI PASSAR A PERNA AO LUPUS E SAÍ QUASE COMO NOVA, SÓ NÃO DIGO COMO NOVA PORQUE AINDA TIVE DE FAZER ALGUMA FISIOTERATIA ATÉ PODER CORRER :-) , COM 16 MAIS UMA VEZ QUASE FIQUEI SEM AS DUAS PERNAS DO JOELHO PARA BAICHO MAS COM MUITA FORÇA DE VONTADE E AJUDA DA FAMILIA E DEPOIS DE DOIS ANOS DE TRATAMENTOS JÁ CORRIA NOVAMENTE, CONTRA TODAS AS ESPECTATIVAS FUI TRABALHAR PARA UM ARMAZEM ONDE NÃO PARAVA UM MINUTO DESDE AS 5 DA MANHÃ ATÉ ÁS 2 DA TARDE, CHEGAVA A CASA SUPER CANSADA MAS POR OUTRO LADO SABIA QUE CADA DIA DE TRABALHO ERA UMA PROVA SUPERADA PARA O LUPUS, DEPOIS DISSO TIREI UM CURSO DE INFORMATICA E EM 2000 FUI TRABALHAR PARA UM ESCRITORIO DURANTE A NOITE, E FOI ONDE CONHECI O AMOR DA MINHA VIDA, COMEÇAMOS A NAMORAR E MAIS UMA VEZ TEIMOSA COMO SOU ENGRAVIDEI E CONTRA TODAS AS ESPECTATIVAS TENHO UMA FILHA LINDA QUE JÁ ESTÁ COM 6 ANITOS, EM 2004 FIQUEI DE NOVO GRÁVIDA MAS AS COISAS NÃO CORRERAM TÃO BEM E AOS 5 MESES E MEIO TIVE DE ABORTAR :-( E COMO SE NÃO BASTASSE ESSA TRISTEZA EM DEZEMBRO DE 2004 TIVE UM AVC QUE ME MANDOU DE NOVO PARA O HOSPITAL MAS DESTA VEZ O DE SANTA MARIA MAS COMO SOU TÃO TEIMOSA MAIS UMA VEZ CONSEGUI, E DIGO A TODA A GENTE QUE TENHA LUPUS QUE O PIOR DA NOSSA DOENÇA É MESMO CONSEGUIR CONTROLÉ-LA PORQUE NO DIA QUE NOS MENTALIZAMOS, QUE " BOM JÁ QUE TENHO ISTO" VOU TENTAR VIVER O MELHOR POSSIVEL E SE TEMOS DE PTOMAR CORTISONA E OUTRAS CENAS QUE SE "LIXE" MAIS VALE ISTO QUE ANDAR A FUMAR DROGA RSRSSSSSSS BEM VOU TERMINAR DEIXANDO UM BEIGINHO DE MT FORÇA PARA A SUA ESPOSA E PARA SI TAMBEM E JÁ AGORA APROVEITO PARA LHE DAR OS PARABENS POR SE PREOCUPAR EM SABER MAIS DA DOENÇA DELA O MEU MARIDO TAMBEM SEMPRE ME APOIOU E APOIA MT BEIJOS A TODAS AS "BORBOLETAS"

Tony Madureira disse...

Olá fatima,

Obrigado pelo teu testemunho. Se depois quiseres deixar o teu contacto é sempre interessante, pode haver alguem que queira trocar ieias contigo.
admiro a tua coragem e "garra".
É de mulheres como tu que o mundo precisa!

Sempre que quiseres e achares oportuno, comenta.

Peço-te para divulgar pelas tuas amigas o blogue.

Tudo o que se possa dizer é sempre interessante, e poderá sempre ajudar alguem

Uma vez mais muito obrigado pela tua força e Solidariedade.

Beijo

Tony

Avelino disse...

Ser Feliz

Não é apenas valorizar o sorriso,
mas reflectir sobre a tristeza.

Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprenser lições nos fracassos.

Não é apenas ter júbilo nos aplausos,mas encontrar alegria no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar, para dentro do seu próprio ser.


Um abraço e um beijo dos Professores da E.B1 de Lardosa:
Maria do Carmo
Avelino
Susana

Tony Madureira disse...

Boa tarde,

Os nossos agradecimentios aos professores da escola E.B1 de Lardosa, nomeadamente aos professores: Avelino, Maria do Carmo e Susana.

Obrigado pela força e solidariedade!

Sempre que acharem oportuno façam o favor de comentar.
Se puderem, façam o favor de divulgar o blogue.

A Claudia tem hoje alta, e irá internar para a semana novamente.

Mais uma vez vez muito obrigado pela Força.

Um abraço Silidário

Mariana disse...

Eu quero saber como se cura esta doença porque me sinto identificada com muitas das coisas que estão escritas aqui.
Alguns lugares de dermatologia em curitiba tem maquinas que ajudam na parte da cara.