domingo, 25 de dezembro de 2011

Relato de Léia Breidbard Machado

Léia faz o seu relato, tem 47 anos, e vive em Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Olá, sou Léia Breidbard Machado, tenho 47anos sou de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.(Brasil)
Recentemente á uns 5meses descobri que tenho lúpus. Tive uma irmã que faleceu com lúpus á mais de 25anos,na época ela tinha 20anos quando descobriu e faleceu com 25.No entanto eu jamais imaginei que teria também. Pois sempre tive dores etc., mas achava isso comum quem não tem dores? Só resolvi ir ao médico pois me deu uma crise no rosto que parecia urticária, e tenho muita sensibilidade no rosto quando pego sol, até mesmo agora se estiver em qualquer lugar. Fiz vários exames e um deles foi o FAN: Que deu altíssimo, já tenho artrite, início de artrose, no rosto a asa da borboleta. Fui ao reumatologista e conversando disse que quando eu tinha uns 21anos tive 2abortos espontâneos e não conseguia ficar grávida tanto que tive que fazer tratamento pra conseguir engravidar, hoje tenho 2filhos maravilhosos, graças á Deus. E nisso o Dr. disse que aconteceu já era devido ao lúpus. No entanto nada aconteceu depois desses anos, mas sempre com dores e essa ardência no rosto, mas não dava muita atenção. Hoje em hipótese alguma não posso ficar sem passar protector solar nas áreas que estão me afectando, pois até mesmo essas ampadas fluorescentes o médico mandou tirar da minha casa. Estou tomando os medicamentos, mas tem dias que não consigo nem comer de tanto enjoo, também estou emagrecendo, outra coisa que não falei é meus cabelos qu e caem já alguns anos, mas como também tenho hipotiroeidismo achava que era disso e um pouco é. Enfim, tenho lúpus há mais ou menos 28 anos convivendo sem saber, pois só agora as crises começaram, há cada dia é uma batalha para superar, e vamos superar.
Obrigada:
LÉIA BREIDBARD.

2 comentários:

María disse...

A irmã da Léia faleceu com Lúpus... No entanto muitos investigadores dizem que o Lúpus não é hereditário..
Mas eles também dizem que sim existe uma susceptibilidade, hereditária, a uma função anormal do sistema imunológico que pode ser activada por factores medioambientais...

Mokinhas disse...

Boa tarde Leila,
Mais um relato ...
Sem duvida que o Lúpus é uma doença muito complexa e que não atinge todos da mesma maneira.
Provavelmente no caso da sua irmã ela teria um lúpus mais complicado, mas tal como a Leila demonstra, podemos viver ou melhor conviver com o Lúpus, desde que sejamos seguidas devidamente e com os cuidados inerentes á nossa doença e não haja surtos complicados claro!
Quando o lúpus esta activo, o emagrecer é natural numa 1ºfase , eu emagreci quase 17Kg, o cabelo a cair tb é outro indicador, no meu acaso tive de rapar o cabelo há 3 meses atrás, as dores, essas nem vale a pena referir, acho que ja s inerentes a mim e acho q a muitos doentes, mas todos temos de tentar ultrapassar as fases menos boas com muita coragem e determinação.
Coragem e don´t Give up!
Bjs.