terça-feira, 24 de agosto de 2010

Relato de Ana Isabel

Ana faz o seu relato, tem 31 anos, e vive em Beja.

Olá,
Boa tarde,

desde já agradeço ajuda que me deram. Acho que já me apresentei, mas aqui vai outra vez, sou a Ana Isabel tenho 31 e sou de Beja, sou casada e tenho um filho de 12 anos. Enquanto criança e até a uns meses atrás sempre fui saudável, nunca ficava doente, ate quando foi a altura de ter aquelas doenças de miúdos(varicela , o sarampo ) essas doenças assim todas as minhas a minhas amigas e a minha irmã apanhavam tudo e eu nunca tinha nada ,nem me constipava, ás veze saté brincavam comigo ( és tão ruim que me a gripe te pega. Era o que diziam ),mas pronto depois disso também aqui por casa todos tiveram varicela e viroses, o meu filho e o meu marido e eu também nunca tive, podia dizer-se que emrelação a essas coisas era saudável.
Quando fiquei grávida dos meus filhos apareceram-me umas manchas brancas , primeiramente na parte superior dos membros inferiores que ao longo destes doze anos foram-se espalhado pelo corpo, mas não liguei muito, porque não incomodavam, não doíam não faziam comichão, perguntei á minha médica de família da altura o que poderia ser,ela disse que era despigmentação da pele e como sabia que não havia muita coisa a fazer e as minhas possibilidades financeiras, não são lá essas coisas, nunca fui ao dermatologista. Passados dois anos de ter o meu filho comecei a ter,pelo menos uma vez por ano cólicas renais, que nas ecografias que fazia acusava pequenas microlitises, mas tirando isso que só durava mais ou menos uma semana,não tinha nada, as análises periódicas que fazia estavam sempre bem .Acho quetudo deve ter começado por volta do mês de Novembro, quando tive um acidente de carro, não parti nada mas fiquei cheia de hematomas, muito doida e apanhei uma grande susto, pois ia no carro com o meu filhote, a partir daí nunca mais fiquei bem, tinha sempre dores em qualquer lado, mas pensei de stress devido a vida que se leva e ao trabalho,porque também infelizmente o meu marido ficou desempregado na altura em que tive o acidente. Mas quando começo tudo a desmoronar foi em Março deste ano comecei a ter dores nos cotovelos, nem me conseguia pentear com devia ser,levantar os braços para mim era uma tortura, os joelhos e os tornozelos e pés,ah para não falar dos pulsos, que pareciam que iam -se partir, mais ou menos ameio de Março começaram a aparecer umas borbulhinhas nas pernas e nos pés, mas pensava que eram picadas de algum insecto, mas dores continuavam, já tomava bufemquase de 6 em 6 horas, para as dores passarem, tinha dias de manha que levava dez minutos do quarto á casa de banho que ficam a 5 mt de distancia, mas tinha de ser ,tinha de ir trabalhar, tinha as minhas responsabilidades, mas chegou a um ponto que não dava ,as dores eram muitas o canso era extremo e tomasse o que tomasse para as dores nada fazia efeito e as manchas não paravam de aumentar, durante esse tempo não tive medico de família.No principio de Abril atribuíram-me medico, fui logo a medica, mostrei-lhe as manchinha,contei-lhe das minhas dores, interessou muito, passou-me analises e rx, o que fui fazer logo no dia a seguir, passados 5 dias tinha o resultado das analises,e corri a mostra-lhe as analises, realmente não estavam bem, o FAN tinha dado positivo, a velocidade de sedimentação alta e tinha algumas proteínas na urina, disse-me que não tinha certezas , mastudo indicava que poderia ter uma doença reumática auto-imune que poderia ser lúpus,na semana que esperei pelo resultado das análises o meu estado complicou-se os pés começaram a inchar imenso, ate fazia impressão olhar para eles e a pressãoarterial estava alta. Nessa tarde que soube o resultado, fiz analises novamente e comecei a tomar um meticorten, mas quando ouvi lúpus fiquei logo apreensiva,porque tinha algum conhecimento da doença, mas pronto, o meu marido estava a minha espera fora do consultório o que lhe consegui dizer foi que já tinha chatice para o resto da vida.Quandoc hegamos a casa e que eu cai em mim, nessa noite e no dia a seguir chorei a noite toda, eu bem que queria controlar-me mas não consegui parar de chorar,nem sei explicar as lágrimas corriam o rosto sem que eu conseguisse segura-las por muito que tentasse.A partir desse dia, foram um corrupio de exames, análises. Mudanças de medicação, idas ao hospital, muitos médicos, foi uma mudança na minha vida de oito para oitenta,desde 20 de Abril que estou de baixa médica e comecei a ser seguida no hospital de Beja pela Dra. Domingas Pereira que me ajudou muito. Quando todos os exames e analises ficaram prontos isto foi no meu de Maio, voltei outra vez a medica de família e ela encaminhou para as consultas de reumatologia do hospital do Espírito Santo em Évora, No dia 2 de Julho lá estava eu em Évora na consulta dermatologia com a Dra. Ana Rita Cravo, que foi muito simpática, atenciosa, mas houve logo um senão, com todos os exames que lhe levei era lúpus quase de certeza e os meus rins ,por o que ela via nas analises não estava bem e o coração também tinha um pequeno derrame, queria que ficasse internada logo nesse dia, mas eu tinha um grande problema o meu filho fazia doze anos no domingo dia 4 e eu não podia pensar que não estava com ele no dia do seu aniversário, depois de muita conversa e muitas lágrimas e por sorte minha na altura não haviam camas disponíveis vim para casa, mas ficou combinado que segunda de manha lá estaria, para fazer novos exames, analises e uma biopsia ao rim, para ter o diagnóstico certo de como estavam os meus rins e se realmente era mesmo LES. Fiquei internada durante dezdias fiz muitas análises, com muito medo lá fiz a biopsia ao rim e aumentaram adose de corticites e da medicação para pressão arterial.No dia 30 debulho soube o resultado da biopsia, parece que estou pior do que julgava,acusou nefrite lupica de grau IV e o meu lúpus é muito agressivo, em pouco tempo que esta activo já fez muitos estragos, mas pelo que os médicos me dizem ainda tem remédio. Neste momento estou a tomar: lepicortinol 60mgxdia, Enalapril 20mgxdia, Concor 1 x dia, cálcio 1xdia, pantoprazol 40mgxdia, plaquinol 1xdia e micofenolato de mofetil 2000mgxdia . Apesar detudo isto não sou uma pessoa triste, gosto muito de viver, tenho muito amorpela vida, por meu filho, pelo meu marido que me tem apoiado muito, neste tempoem que tenho estado doente me tem ajudado muito, muitas foram as vezes que teve de me carregar, de me tomar banho, enfim tem me ajudado imenso, e a outras pessoas que também ajudam sempre que podem.Tenho a certeza que vou superar a doença, não vai ser mais forte que eu, sei que vou ter muitos maus momentos e que irão passar e os bons vou aproveita-los ao máximo dentro das minhas possibilidades, viver um dia de cada vez ser muito feliz.Ainda não tinha conseguido escrever, porque tenho estado um pouco em baixo as dores tem sido muitas e a cabeça não tem andado muito bem, mas á uns dias que estou a estabilizar, por isso mando hoje o meu testemunho espero que ajude.
Obrigado e um beijinho.

7 comentários:

Isa disse...

Olá, Força Ana Isabel.
Que tudo se componha.

Isa disse...

Mais um relato sentido e importante para os outros.
Para o meu clã,
Beijo.
isa.

Fernanda disse...

Força amiga é o k mais te posso desejar tb já passei por isso tudo sei como te sentes mas nada está perdido e temos k viver um dia de cada vez , se kiseres conversar aki vai o meu e mail: nando.nanda@hotmail.com Um abraço NANDA

Carla disse...

Ana Isabel, que bom vc. ter feito este relato para poder ajudar outras pessoas a identificar e conhecer os diversos sintomas.Sabia sorrir para as diversidades que a vida nos oferece pq.assim a felicidade estará ao seu lado. Deus esteja com vc. e sua família.Conte sempre conosco.Ah! possuo um blog(reccomecar.blogspot.com)para doenças renais,diabetes e hipertensão caso queira visitar.bjs

Rute-magiadecriar.blogspot.pt disse...

Ola, Ana eu tb tenho Lupus sou mais nova que voce e vivo tambem no alentejo. Eu não conheco ninguem que tenha lupus, plo menos daqui da zona de Évora, conheço pessoas com artrite, fribomalgia, mas lupus nao, eu tinha interesse em conhecer para trocar experiencia.Eu tenho consultas no egas moniz, se tiveres interesse em falar comigo deixo o meu mail: Rutinha38@live.com.pt. As minhas maiores duvidas são acerca da gravidez,pois tenho ouvido muitas historias. beijinho

Tony Madureira disse...

Olá Rute,

Como estás?
Obrigado pelo teu comentário.
Espero que a Ana entre contato contigo. Depois digam alguma coisa.

Bjs

Carla disse...

MEU DEPOIMENTO:

Gabi fez 14 anos...
o que eu posso dizer a vcs meus amigos??
bom,que ano passado nessa época meu filho teve uma reviravolta de 360° na sua vida,
de um menino alegre,brincalhão, que adorava andar a cavalo,pescar,andar de bici e dançar e vivia cantarolando,teve de aceitar um modo de vida totalmente diferente,se afastando do colégio,amigos,
que fez seus 13 anos no hospital,fez aníver no hospital,
descobrimos que tinha Lúpus,
passou vários e vários meses no hospital,CTI,Teve trombose,encefalite(afetando sua visão,que ainda continua embaçada)várias pneumonias,peritonites,pancreatite,e mais inúmeras complicações...
MAS ENFIM... SE SUPERANDO!
Hoje, venho nesse espaço AGRADECER!!
agradecer ao meu amado DEUS,
que me deu a honra de ser mãe desses meus filhos,
e de meu Gabriel,meu filho amado e uma pessoinha incrível,
guerreira e muito iluminado...
Que me deu forças mesmo nas piores horas dele,para mim!
Sei que tudo passa,nós passamos por esse mundo e tudo nasce,cresce e morre,
é a ordem natural das coisas,
mas,
Hoje me ajoelho e te agradeço meu Deus por ouvir minhas súplicas,meus lamentos e me desculpe se por algum momento me deixei abater... afinal amigos,
saibam que:
"MÃE NUNCA DEVE SE ABATER E DESISTIR DE SEU FILHO!NUNCA!
Esse é nosso ofício,não apenas de progenitoras!
Temos que estar acima de razão e de prognósticos.

"Obrigado meu Deus" por me devolver meu filho...pois o coloquei em suas mãos,e agradeço até enquanto quiseres deixar ele aqui comigo...
"Obrigado por ter encontrado o Dr. Péricles,(anjo da guarda,como diz Gabi),
Enfim, TODOS!! que de alguma forma contribuiram,mesmo em orações,(pq a luta continua).
Mas queridos,saibam que hoje aqui está uma mãe ETERNAMENTE GRATA a vocês...
Meu Gabi fez mais um ano de vida,e isso amigos,pra mim ,não existe nada de maior felicidade,nada no mundo que supere!!,
Obrigada meu marido querido,que me confortou,que enxugou minhas lágrimas,atenuou meu sofrimento,assim como eu o seu...
Obrigada aos meus filhos Ale e Luquinhas...
Bem,
assim vamos seguindo,confiantes de que tudo têm um PORQUE?!,e
como diz um menino chamado GABRIEL ALBRECHT,14 ANOS:
"NÃO DESISTAM DE MIM,
PQ ENQUANTO VCS ESTIVEREM AO MEU LADO EU NÃO ME ENTREGO"...
Isso que lhes conto é o relato de uma mãe que CRÊ MUITO NO SEU FILHO E EM DEUS!
OBRIGADO AMIGOS ,BJ NO CORAÇÃO!