sábado, 28 de agosto de 2010

Corticosteroides podem ser mais eficazes no controle do lúpus

As drogas, no entanto, podem causar indesejáveis efeitos colaterais, como ganho de peso e acne, quando tomadas por longos períodos

Uma equipe de pesquisadores do UT Southwestern Medical Center, nos Estado Unidos, descobriu o porquê doses elevadas de corticosteroides, consumidos ao longo de várias semanas, podem ajudar pessoas com lúpus, doença inflamatória crônica que afeta mais de um milhão de americanos.

Os corticosteroides são indicados rotineiramente para tratar a inflamação em pacientes com lúpus. As drogas, no entanto, podem causar indesejáveis efeitos colaterais, incluindo ganho de peso e acne, quando tomadas por longos períodos de tempo.

Em um estudo, publicado em uma edição recente da revista Nature, pesquisadores da UT Southwestern e de outras instituições mostraram, nas células do sangue, que doses muito elevadas de corticosteroides intravenosos são mais eficazes na eliminação das células afetadas pelo lúpus. Os cientistas utilizaram células de pacientes com lúpus, bem como modelos animais de lúpus.

Para a doutora Marilynn Punaro, professora de pediatria da UT e co-autora do estudo, a indicação de corticosteroides, precoce ou no curso da doença, sugere ser mais eficaz para o controle do lúpus do que o tratamento padrão. "Esta descoberta sugere que, ao fazer isso, poderemos ser capazes manter a doença sob controle com maior rapidez e os pacientes poderão experimentar menos efeitos secundários a longo prazo."

O lúpus é uma doença auto-imune, debilitante, em que o sistema imunológico ataca os próprios tecidos do corpo e órgãos, incluindo as articulações, rins, coração, pulmões, cérebro, sangue e pele. A Lupus Foundation of America estima que 1,5 milhão de americanos têm a doença, que afeta todas as faixas etárias e é de 10 a 15 vezes mais provável em mulheres adultas do que os homens adultos.

A doutora Punaro disse que a equipe espera que este estudo conduza a recomendações sobre formas de tratar pacientes com lúpus mais eficazes. O próximo passo, segundo ela, é usar a lógica científica do papel como base para um ensaio clínico que compara pacientes que recebem a terapia mais intensa com aqueles que começam a terapia padrão.

Fonte:
http://www.isaude.net/pt-BR/noticia/9775/ciencia-e-tecnologia/corticosteroides-podem-ser-mais-eficazes-no-controle-do-lupus

2 comentários:

maria disse...

Olá!
Fico até agüentar, claro.
Espero que estejam bem.
Desejo-lhe o Melhor sempre.
Aqueles hábraços.
Renata Maria

Gatapininha disse...

Olá
É sempre bom saber que a ciência não pára. Um dia vamos ter a cura.

jokas