quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Os Efeitos de Lúpus ao Nivel Ocular

“Lúpus eritematoso sistémico é uma doença muito complexa que pode afectar várias regiões do corpo, causando uma vasta gama de sintomas. Embora a forma de lúpus sistémico pode afectar virtualmente qualquer sistema de órgãos do corpo humano, a doença geralmente envolve impedimentos do olho. Em pacientes com lúpus, o globo ocular propriamente dito (globo ocular) são mais afectadas que a órbita ocular (olho socket).Quando a órbita ocular também é afectada, lúpus leva a sério inflamação da membrana conjuntivo, o tecido mole que cobre o globo ocular e o interior da tampa. As tampas podem também se tornar inchados e este tipo de doenças oculares muitas vezes envolve a ocorrência de edema local.

Lúpus comummente determina a ocorrência de "algodão hidrófilo spots", a nível da retina. As manchas são, de facto edematosa regiões da retina, ocorrendo como resultado de inadequado fluxo sanguíneo e, assim, pobre oxigenação do olho. Apesar do fato de que a ocorrência de "algodão hidrófilo spots" na retina não é um indicador directo do lúpus em pessoas de meia idade e idosos doentes, que revela claramente a presença da doença em pacientes jovens. Outra característica olho afectos ao lúpus envolvem deposição e acúmulo de células de gordura, ao nível da retina, diminuição do fluxo sanguíneo e mesmo arteriolar acentuada obstrução dos vasos sanguíneos dos olhos, o que muitas vezes determina perda da acuidade visual ou cegueira temporária.

Pacientes com diagnóstico de lúpus sistémico são frequentemente confrontados com cerato conjuntivite seca tão bem (também conhecido como o olho seco, síndrome), olho desordem que inflige predominantemente pessoas com doenças auto-imunes. Este tipo de olho desordem gera sintomas como pronunciada desconforto, inflamação, prurido e ardor ocular em nível, e muitas vezes leva a impedimentos da glândula lacrimal, resultando em diminuição lágrimas. Nas instalações do olho secura e inadequada circulação sanguínea, o olho rapidamente se torna inflamada e irritada, também aumenta o risco de infecções.

Quando ceratoconjuntivite seca é acompanhada de artrite e sintomas como secura das mucosas forros na boca e nariz, a doença é referida como Siogren's Syndrome. Quando lúpus sistémico determina impedimentos em nível cerebral, a doença provoca a deterioração do nervo óptico, nystagus (movimentos descontrolados dos olhos) e até mesmo cegueira total. A fim de evitar que o desenvolvimento deste tipo de complicações e para inverter os efeitos do lúpus no nível ocular, é imperativo para administrar o tratamento adequado, o mais rapidamente possível.”

7 comentários:

Dani.Danilo e Nicholas disse...

olá Tony,
obrigada por sempre nos dar informações tão úteis.
Abraço forte

Polêmica disse...

É verdade, no Lúpus ou em qualquer outra doença, temos que procurar orientação médica o mais rápido possível quando percebemos algo diferente em nós.
No caso do Lúpus que pode causar cegueira, temos que seguir essa recomendação à risca.

Beijos!

paula ferreira disse...

Olá Tony
o nome correcto é Síndrome de Sjögren(é uma desordem autoimune na qual as células imunes atacam e destróem as glândulas exócrinas que produzem lágrimas e saliva.A síndrome é também associada com distúrbios reumáticos como a artrite reumatóide e é positiva para fator reumatóide em 90% dos casos. Os sintomas-chave da síndrome de Sjögren são a boca seca (xerostomia) e olhos secos. Além disso, a síndrome de Sjögren pode causar secura da pele, nariz e vagina, podendo afetar outros órgãos do corpo, incluindo os rins, vasos sanguíneos, pulmões, fígado, pâncreas e cérebro. Nove em cada dez pessoas com a síndrome são mulheres e a idade média de início da síndrome é o final da quarta década de vida. No entanto, a síndrome pode ocorrer em todos as faixas etárias e em ambos os sexos. Estima-se que atinja 4 milhões de pessoas nos Estados Unidos, sendo no país a segunda doença reumática auto-imune mais comum.)

Este Síndrome é tambem mais um na minha colecção, mas tambem parece que não existe grande tratamente para isto, ou seja a mim apenas me receitaram umas lagrimas artificias (oculotect)

Não há uma cura para a síndrome nem um tratamento específico para restaurar permanentemente a função secretora das glândulas. O tratamento, portanto, geralmente é sintomático e de suporte, com fármacos, lágrimas artificiais, corticosteróides, entre outros. Antiinflamatórios não-esteróides podem ser usados para tratar os sintomas musculoesqueléticos.

http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_Sj%C3%B6gren

bjs
paula

Tony Madureira disse...

Olá Paula,

Estás tudo bem contigo?
Obrigado pelo contributo e esclarecimento.



Beijinhos

Tony Madureira disse...

Olá Paula,


SÍNDROME DE SJÖGREN PRIMÁRIA OU SECUNDÁRIA

Quando a Síndrome de Sjögren ocorre de forma isolada, sem a presença de outra doença de tecido conjuntivo, é chamada de Sjögren Primária. Quando os sintomas de Sjögren são acompanhados de uma doença do tecido conjuntivo como artrite reumatóide, lúpus ou esclerodermia, caracterizam Sjögren Secundária.

Alguns estudos mostram que indivíduos com a Síndrome de Sjögren Primária têm problemas mais sérios de secura nos olhos e boca . O aumento das glândulas ao redor da face, mandíbulas e pescoço também é frequente. Apesar destas duas formas se caracterizarem por diferentes sinais e sintomas, os componentes são basicamente similares nas duas síndromes.

Embora alguém com Sjögren Primário possa vir a desenvolver uma doença do tecido conjuntivo no futuro, é mais comum o inverso, isto é, alguém acometido com uma das doenças crónicas do tecido conjuntivo, como a artrite reumatóide ou lúpus, vir a desenvolver a Síndrome de Sjögren.

O envelhecimento normal pode resultar na atrofia das glândulas lacrimais e diminuição na produção de lágrimas. Entretanto, pesquisas recentes indicam que o envelhecimento não causa uma diminuição na produção de saliva em glândulas salivares normais.

http://www.lagrima-brasil.org.br/portugues/sindrome.htm


Beijinhos

thaianygarcia disse...

Olá Tony
Tenho lupus discóide e atualmente a doença esta ativa , estou usando Reuquinol, mas o que me preocupa hoje é uma lesão muito chata no conjuntivo , fica vermelho , inchado arde , dói e parece as lesões da pele, ja fui no oftalmo anteriormente que receitou um colírio para lubrificação mas esqueci de dizer que tinha a doença será que pode ser alguma coisa relacionada a ela? por que sempre que a doença ativa tenho isto nos olhos?
So tenho consulta com o reumato no final de novembro.

Desde já obrigado...

Thaiany

Tony Madureira disse...

Olá Thaiany,

Como estás?
Obrigado pela visita e pelo comentário.

É semper mais visivel paar os leitores se comentares no ultimo post, no mais recente. quers fazer isso?

Aguardo noticias tuas.

Beijinhos.