quarta-feira, 22 de outubro de 2008

apresentação Clínica

Sintomas gerais


A fadiga costuma ser o primeiro sinal eminente. A maioria das pessoas apresenta febre contínua ou intermitente, perda de peso e mal-estar. Independente da forma clínica de manifestação, a grande maioria dos doentes tem períodos intensos intercalados por períodos de relativa melhora ou mesmo de inactividade.


Critérios da doença


O diagnóstico de LES é estabelecido quando 4 ou mais critérios dos abaixo relacionados estiverem presentes:


Eritema malar (vermelhidão característica no nariz e face), geralmente em forma de "asa de borboleta"

Lesões discóides cutâneas (rash discóide)

Fotossensibilidade

Úlceras orais e/ou nasofaríngeas, observadas pelo médico

Artrite não-erosiva de duas ou mais articulações periféricas, com dor, edema ou efusão

Alterações hematológicas (anemia hemolítica ou leucopenia, linfocitopenia ou plaquetopenia) na ausência de uma droga que possa produzir achados semelhantes

Anormalidades imunológicas (anticorpo antiDNA de dupla hélice, antiSm, antifosfolipídio e/ou teste sorológico falso-positivo para sífilis

Fator antinuclear (FAN) positivo

Serosite (pleurite ou pericardite)

Alterações neurológicas: convulsões ou psicose sem outra causa aparente

Anormalidades em exames de função renal: proteinúria (eliminação de proteínas através da urina) maior do que 0,5 g por dia ou presença de cilindros celulares no exame micrscópico de urina


Esse método diagnóstico tem uma especificidade de 95% e uma sensibilidade de 75%, de forma que, quando, no mínimo, quatro critérios forem preenchidos, em média 95 de cada 100 pacientes apresentará, de facto, lúpus eritmatoso sistémico. Entretanto, somente 75 de cada 100 pacientes com lúpus eritmatoso sistémico apresentaram positividade para 4 ou mais desses 11 critérios.

5 comentários:

T disse...

Ai!

Polêmica disse...

Nossa!!!
Os números são altos né!
Temos que ficar alerta e sempre bem informados sobre os sintomas do Lúpus.

beijos!

Gata Verde disse...

Aprende-se sempre algo...

beijinhos

Tatah Marley's Confissões disse...

Oii, bom!?
bom.. queria saber.. pqe o seu blog é soh de doença?!
:/
se nao tem vontade de escrever nada mais alegre nao?! nada contra o que escreve nao, até porque gsto daqui, mais é tão triste..:/
:x

(nao precisa responder se não quiser tá?)
;*

Tony Madureira disse...

Olá,

Respondo com todo o gosto:

Algumas razões pelas quais existe este blogue:

Manter este blogue permite-me uma sensação de participação activa numa situação em que me sinto totalmente útil à comunidade. Esta é a principal razão de eu criar este blogue.
Gostaria de prestar apoio às pessoas que têm lúpus ou conhece alguém com lúpus.
Este blogue faz-me lembrar a permanecer no topo sobre lúpus notícias e investigação, o que contribui para a minha mulher ficar proactiva no seu tratamento.
Através deste blogue, sou constantemente lembrado que existem muitas famílias que têm de lidar com muito mais do que fazemos. Então, ele ajuda-me a manter uma certa quantidade de perspectiva.Este blogue é para ajudar as pessoas a obter algumas respostas sobre lúpus, quer para si próprios ou aos seus entes queridos. Se a resposta pode ser encontrada aqui...
Quero prestar uma voz para aqueles indivíduos que não têm lúpus, mas cujas vidas são alteradas por ele.
Eu desejo juntar a minha voz ao coro. Lúpus não deve ser uma doença invisível.
Quero canalizar uma força destrutiva na minha vida em uma força criativa.
Porque espero com este blogue fazer a diferença.


Cumprimentos

Tony