sexta-feira, 3 de outubro de 2008

O que se vai fazendo lá por fora...

“Se ocorrer o diagnóstico precoce, principalmente na infância, pode haver a prevenção de inúmeras patologias na fase adulta como lúpus, diabetes, artrite, entre outras”, alerta o chefe do Departamento de Pediatria da FMB. “A imunologia da diabetes está atrelada a várias imunodeficiências. Actualmente, a medicina está voltada à prevenção do que vai ocorrer e isso oferece melhoria na qualidade de vida”, complementa Zuliani.


Fonte:
http://www.jcnet.com.br/editorias/detalhe_regional.php?codigo=140629

4 comentários:

Paulo disse...

Vim conhecer este espaço e apresentar a minha solidariedade sobre o Lúpus, e as suas consequências sobre os portadores.

Quando fui diagnosticado positivo para o VIH, pensou-se ainda na hipotese do Lúpus, pelas alterações plaquetárias verificadas na análises sanguíneas.

Encontro-me ao dispor, para tudo o que precisar.

Um abraço solidário.

Tony Madureira disse...

Olá Paulo,

Obrigado pela visita e solidariedade.
De facto esta doença é muito complicada.
O diagnóstico inicial a quando do internamento não foi de fácil diagnostico, e suspeitou-se de muita coisa.
As analises constantes revelavam-se muito complicadas e por vezes contraditórias. Foi muito complicado…

Mais uma vez muito obrigado pela solidariedade e disponibilidade.
De nós podes contar com o mesmo.

Abraço solidário.

elvira carvalho disse...

E a Cláudia? Como estavam os exames? Como está ela?
Um abraço e bom fim de semana

Tony Madureira disse...

Olá Elvira,

Obrigado pelo teu cuidado, preocupação e solidariedade.

Tudo de bom par ti.


Beijinho