terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Diagnosticada com lúpus, Astrid diz no Twitter que é difícil ver vida mudar do dia para a noite | Buzz | Acritica.com - Manaus - Amazonas#.TzFxW8qpk_A.facebook#.TzFxW8qpk_A.facebook#.TzFxW8qpk_A.facebook

Diagnosticada com lúpus, Astrid diz no Twitter que é difícil ver vida mudar do dia para a noite Buzz Acritica.com - Manaus - Amazonas#.TzFxW8qpk_A.facebook#.TzFxW8qpk_A.facebook#.TzFxW8qpk_A.facebook

8 comentários:

María disse...

É claro que é muito difícil ver cambiar a vida da noite para a manhã por causa da doença... Mas há que confiar e lutar para melhorar cada dia...

cuca claudia velasquez disse...

Também sinto omesmo que Astrid, descobri que sou lupica a quase dois anos e de la pra cá não sei mais como vai ser nem meu dia de hoje e nem de amanhã, não consigo mais programar meu dia, porque posso passar mal de uma hora pra outra, entre cansaço, dores em todo o corpo que não consigo realizar meu serviço em casa com agilidade e rapidez(não trabalho mais nem tenho mais memoria, dispoisição pra nada)e nem sei quando me dara minhas crises de epilepsia, visto que quando me da não consigo pegar em uma caneta, como trabalhar assim, fora que os medicamentos me deixam sonolenta e distraida, enfim, aqui não da pra explicar completamente o que é ter lupus, só sei que é como se tivessem colocado outra pessoa em meu corpo e o pior são as pessoas te entender, porque a maioria acha que é frescura, que é corpo mole. tenho ficado cansada de tudo isso.... Exames, infecções, febre, dores. Mais quem sabe a minha melhora esteja por vir, não é? Bjos e força a todos! Claudia Velásquez - Baependi/MG

cuca claudia velasquez disse...

Também sinto omesmo que Astrid, descobri que sou lupica a quase dois anos e de la pra cá não sei mais como vai ser nem meu dia de hoje e nem de amanhã, não consigo mais programar meu dia, porque posso passar mal de uma hora pra outra, entre cansaço, dores em todo o corpo que não consigo realizar meu serviço em casa com agilidade e rapidez(não trabalho mais nem tenho mais memoria, dispoisição pra nada)e nem sei quando me dara minhas crises de epilepsia, visto que quando me da não consigo pegar em uma caneta, como trabalhar assim, fora que os medicamentos me deixam sonolenta e distraida, enfim, aqui não da pra explicar completamente o que é ter lupus, só sei que é como se tivessem colocado outra pessoa em meu corpo e o pior são as pessoas te entender, porque a maioria acha que é frescura, que é corpo mole. tenho ficado cansada de tudo isso.... Exames, infecções, febre, dores. Mais quem sabe a minha melhora esteja por vir, não é? Bjos e força a todos! Claudia Velásquez - Baependi/MG

Vivendo Com Lúpus disse...

Amigas venho por este blog falar um pouco do que sinto com relação a doença e oque passo com tudo isso!
Bem,...Descobri o lúpus faz dois anos sentia muito cansaço,dor,febre,etc...e fui p o hospital com sintomas de dengue.fiz os exames sorologia da dengue e o resultado foi negativo.Dai um médico abençoado me pediu o exame FAN onde foi constatado que eu tinha uma doença auto imune!nossa meu mundo desabou porque nunca tive nenhum problema de saúde!
No entanto somente essas dores que achava que era estresse.
Bem hoje faz dois anos que tento entrar no INSS com um aux doença e não consigo pois todos os peritos falam que estou apta p o trabalho...em dez de 2011 eu arrumei um emprego dos meu sonhos,salario ótimo,etc.com 40 dias de experiencia minha doença foi ativa e não conseguia nem andar!! o medico me afastou e disse:ou eu parava de trabalhar ou iria morrer porque estava numa situação bem ativa da doença.
Bem hj estou em casa meu rosto está em carne viva,sangrando,marquei uma pericia mais uma vez p tentar receber aux doença e vamos ver se consigo....já estou sem esperanças!
Tb procurei um advogado pois esse caminho é muito desgastante.
Quero saber quem pode ajudar?falei p meu advogado que tinha lido um artigo que o cara que mata alguém recebe aux reclusão p família e a pessoa que está doente tenta de todas as formas uma ajuda do governo que diga -se de passagem por direito não é repassado!!!
isso é humilhante!
Quem sentir vontade de falar comigo sobre os caminhos desse tipo de ação pode entrar em contato comigo pois o lúpus dá direito a aposentadoria basta arrumar meios e um bom advogado.
meu email:(abenathar.rios@gamil.com)

Tony Madureira disse...

Olá,
Estão bem?

Obrigado pelos vosso comentários, e pela vossa presença.

Tony

Tony Madureira disse...

Se entretanto, acharem por bem fazerem o vosso relato para postar, já sabem mandem para
e-mail que eu posto.

BLOG DA VEL disse...

É muito díficil mesmo, fui diagnosticada em 12/01/2012, ainda estou na fase de aceitar e aprender a conviver com as novas limitações!
Desejo a todos muita saúde pois o resto conseguimos facilmente ! Vivian - Santo André - SP.

Rosely disse...

Astrid, tenho Lúpus há 25 anos e não é nada fácil no início. Você tem que mudar sua rotina, conviver com o desconhecido. Sem contar que, cada caso é um caso. Tudo dependerá de seu organismo, de como ele reage. Alguns desenvolvem sérias complicações e outros não. Mas o importante é manter a calma, não se estressar e seguir o tratamento à risca. Sol e anticoncepcional estão fora de cogitação, pois eles ativam ainda mais o problema. Não é nada fácil, mas você conseguirá sair dessa crise seguindo as orientações médicas e procurando aceitar as mudanças que terá no corpo devido ao uso de corticóides. Depois de controlado terás uma vida normal, mas deverá estar sempre controlando a doença. As fadigas são os primeiros sinais de alerta para que procure fazer novos exames. Tudo vai dar certo, tenha fé em Deus.