segunda-feira, 19 de abril de 2010

Investigadores do Porto premiados por estudo sobre lúpus

Uma equipa de investigadores do ICBAS e do Hospital de Santo António, no Porto, foi hoje premiada pela Sociedade Portuguesa de Medicina Interna por um estudo sobre o aparecimento do lúpus na população portuguesa.

A equipa, constituída por membros da Unidade Multidisciplinar de Investigação Biomédica do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) e do Hospital de Santo António, estudou os contornos de predisposição genética para o aparecimento desta doença e concluiu que o número de doentes em Portugal (atualmente quatro mil) tem tendência a aumentar.

A equipa liderada por Berta Martins, do Laboratório de Imunogética do ICBAS, e por Carlos Vasconcelos, responsável da Unidade de Imunologia do Hospital de Santo António, ambos da Unidade Multidisciplinar de Investigação Biomédica (UMIB) do ICBAS, debruçou-se sobre a vertente genética do lúpus eritematoso sistémico.

2 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, querida!

- Hoje trago-te uma coisa da terra que é bonita e tem lá dentro alegria. Chama-se vinho. Quem bebe fica cheio de alegria. (...) - É muito encarnado e muito perfumado - disse ela - Conta-me o que é o vinho.- (...) O seu sabor não sei contar. Bebe, se queres saber como é. E a menina do mar bebeu o vinho, riu-se e disse: - É bom e é alegre. Agora já sei o que é a terra. Agora já sei o que é o sabor da Primavera, do Verão e do Outono. Já sei o que é o sabor dos frutos. Já sei o que é a frescura das árvores. Já sei como é o calor de uma montanha ao sol.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Porque assim como eu preciso, você também precisa. A palavra é Solidariedade.
Estou voltando; aos poucos, melhor agora.
Beijosssss
Tudo de bom!

Gatapininha disse...

Olá Toni
Ainda bem que a ciência não pára.
Espero que esteja tudo a correr bem.
jokas para ti e para a Cláudia.